Até hoje conseguimos:
Viagens espaciais, comunicações via satélite, transplantes de coração;

enfim, fomos aonde nenhuma geração anterior sonhou.
Mas, percebam: Hoje, 820 milhões de pessoas ainda não têm o bastante para comer.

Algo deu errado!

Frases p/degustar

Se 23% dos acidentes de trânsito são provocados pelo consumo de álcool,
isto significa que 77% dos acidentes

são «causados pelos f.d.p. que bebem água, sumo ou leite (!?!?)»

Sexta-feira, 01.07.05

Caldeirada e Sopa, à portuguesa

caldeirada_traineira.gif Não desperdice uma oportunidade de brindar a sua família com uma
caldeirada à portuguesa
que, além de muito alimentícia, só suja um tacho na confecção.
Quantas mais variedades de peixes, melhor; mas, também existe caldeirada só de sardinhas.
Claro que não é a mesma coisa e nem todos podem comer sardinhas.
E também não estou a falar de enguias, tamboril, etc. (peixes demasiado caros, hoje em dia – mas vc é que sabe! Se pode, avance!!!!!!!!!!)rssss

Vejamos, então:
Num tacho grande, ponha camadas de
- berbigão ou amêijoa (que já estiveram em água e sal para perderem a areia)
- cebolas em rodelas grossas
- batatas cortadas em rodelas grossas (se forem demasiado grs. pode cortar ao meio)
- os peixes crus e cortado em pedaços
- tiras de pimentos verdes
- rodelas de tomate maduro
- alhos, hortelã, salsa, pimenta, cravinho, colorau, uma folha de louro, sal
- azeite (não muito porque demasiada gordura faz mal)
- um golpe de vinho branco (0,5 dl +- receita 3/4 pessoas)
- Um pouco de picante é facultativo (de preferência caseiro) *ver receita em baixo*

A caldeirada não leva água nenhuma – é o próprio suor e o tomate, junto com o azeite e o vinho branco que fabricarão o molho necessário – por isso se deixa cozinhar em fogo lento e tapada.
Deixe o tacho no lume forte até levantar fervura e baixe para o mínimo de fervura, tapado.
De vez em quando, lembre-se de pegar nas asas do tacho, mantendo a tampa bem fechada, e fazer com que o conteúdo rode dentro dele.
(Para que isso funcione, as donas de casa terão que dar ao rabinho com muita energia, mas já todos sabemos que assim é) rsssssss
A caldeirada nunca se mexe com colheres nem destapando o tacho.
Ela apura em fogo lento, tapada.
Um quarto de hora, após levantar fervura, costuma ser o suficiente para ficar pronta.

Acompanha com uma boa salada verde e fresca (alface, agriões, etc.)

Após a degustação desta delícia portuguesa, (que também é cozinhada a bordo dos barcos pesqueiros - traineiras, pelos próprios pescadores), o que costuma sobrar é pouco para uma outra refeição.
Mas, como nada se deve desperdiçar temos, então, um outro aproveitamento não menos delicioso que poderá ser servido ao jantar, sem nada mais além duma fruta fresca, para terminar.

Sopa da caldeirada à portuguesa:

No que sobrou da caldeirada do almoço, e no mesmo tacho,
- acrescentar água q.b. (sem que fique demasiado líquida)
- e uma pequena quantidade de massinha miúda
- Deixar a massa cozer,
- rectificar o sal, se for necessário
- e servir em pratos fundos
- sobre fatias de pão caseiro (pode ser pão dormido – da véspera)
- folhas de hortelã, conferem-lhe um delicioso sabor

*Receita de picante caseiro*:
- um quarto duma garrafa cheia de piripiri
- Enchê-la depois com óleo vegetal ou azeite
- Deixar ficar durante meses porque não se estraga; quanto mais velho melhor, e mais picante.
Usar depois em colheres de chá porque é muito forte.
------------------------------------------------
24/10/2004
Livros de Receitas - Arquivo Laura B. Martins

publicado por LauraBM às 01:17 | | E custa, comentar neste blog? | | favorito
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
arquivos
últ. comentários
De fato precisamos comer frutas, e não ingerir go...
O fósforo é o cálcio são dois minerais que "andam"...
Oi, Edna!Então vc veio lá de tão longe comentar as...
Laura, que delícia "degustar" seu Blog! É intelige...
Sem dúvida que a fruta é muito importante para um...
Já sabe quem sou,ñ é Laura?Gostei do seu poema co...
rsrsrsrsrMuUuUuuuUUuuuUUuuuito legal esse texto.....
eh eh ehVamos poupar as vakinhas...Diria mesmo......
Posts mais comentados
blogs SAPO